Blog-Site da Fer

Este é o MEU NOVO site.

Receitas 25/10/2010

Alguns não vão acreditar, mas as receitas aqui postadas foram todas feitas por mim, algumas precisei fazer mais de uma vez para alcançar a perfeição outras, ficaram ótimas na 1a. rs.

Que tal você arriscar hoje e fazer uma destas receitinhas? Bom apetite!!!

Temperos para dar um gosto especial a sua receita.

Através dos temperos você pode personalizar suas receitas e deixa todo mundo com água na boca. Só não esqueça de colocar os temperos aos poucos, para que não roubem o sabor dos alimentos. Abaixo, uma extensa lista de temperos para você consultar e usar a sua imaginação.

Açafrão – de origem mediterrânea, é utilizado para dar cor amarelo-ouro a determinados pratos, como paellas, molhos e risotos.

Aipo ou Salsão – é utilizado como alimento e condimento em saladas, sopas e molhos. Na Grécia antiga, era considerado sagrado e foi utilizado em emblemas de nobres.

Alcaparra – seus botões florais, de sabor acentuado, são utilizados em molhos, carnes, saladas e guarnições. Essa planta é nativa da região mediterrânea.

Alecrim ou Rosmarinho – com aroma forte e gosto acentuado, o alecrim enriquece o sabor de sopas, carnes, peixes, ensopados e grelhados.

Alfavaca – geralmente utilizada em molhos e sopas, a alfavaca tem um sabor adocicado e é muito parecida com o manjericão, embora suas folhas sejam mais graúdas. Origem brasileira.

Alho – empregado como condimento para todos os tipos de pratos.

Alho Poró – utiliza-se tanto o bulbo quanto as folhas. De sabor suave e levemente adocicado, é empregado em sopas, saladas, ensopados e quiches.

Azedinha – utilizada na cozinha egípcia e muito consumida pelos faraós. Existem dois tipos de azedinha comestíveis: a francesa e a de jardim. Podem ser consumidas cruas, em saladas, ou cozidas, em refogados, sopas e peixes.

Basilicão – da mesma família da alfavaca e do manjericão, o basilicão é originário da África e pode ser utilizado fresco ou seco, em molhos.

Baunilha – descoberta no México, a baunilha é um fruto tropical, amplamente utilizada em doces, bolos e sorvetes.

Bouquet-garni – palavra de origem francesa que significa um ramalhete de cheiros verdes. Geralmente é feito com tomilho, salsa, louro, manjericão entre outros.

Canela – pode ser utilizada em pó ou em pau, em molhos, bolos, doces, caldas, pães e também em bebidas.

Cardamomo – um dos componente do curry, o cardamomo é um condimento aromático com sabor forte e adocicado, utilizado em sopas, carnes de porco, saladas, bolos, tortas, biscoitos, pudins e etc.

Cebola – muito versátil, a cebola é, além de tempero indispensável, utilizada como prato principal e ate como decoração de pratos.

Cebolinha – é perfeita para pratos salgados como carnes, peixes, refogados e sopas. Pode ser utilizado tanto o bulbo quanto as folhas.

Cerefólio – parecido com salsinha, mas com sabor semelhante ao anis, pode ser liso ou crespo. Muito utilizado em peixes, molhos e sopas.

Cheiro verde – é a salsa com cebolinha, juntas, utilizadas para realçar sabores de patês, molhos e cozidos.

Coentro – muito utilizado em peixes e frutos do mar, sopas, molhos e saladas. É muito parecido com salsa e tem aroma e sabor muito forte. Eu particularmente não gosto.

Colorau – é utilizado para dar mais cor aos alimentos.

Cominho – é amplamente utilizado em molhos, carnes, pães, linguiças e queijos. Esta especiaria faz parte da composição do curry.

Cravo da índia – muito utilizado em doces, chás, assados, molhos, picles.

Curry – é uma mistura de várias especiarias, dentre elas o cominho e o cardamomo. De sabor acentuado e cor amarelo-forte, é muito usado em pratos orientais e em frango, carnes, peixes e molhos.

Endro – utilizado em molhos, patês, saladas, peixes e doces em calda.

Erva-doce – muito usada em bolos, doces em calda, pães, licores e chás.

Estragão – sabor forte e picante, utilizado em saladas, carnes, peixes, frangos, molhos e sopas.

Gengibre – raiz utilizada em bebidas quentes, pães, biscoitos, carnes e pratos orientais.

Gergelim – usado em pratos árabes, pães, biscoitos e massas.

Hortelã – é utilizada em pratos árabes, licores, doces, chás, saladas, sopas, molhos e também drinques.

Louro – largamente utilizado em molhos, ensopados, conservas, carnes, feijão, sopas, chás e vinha-d’alhos(pesquisar)

Manjericão – fortemente aromático, é muito utilizado em molhos, carnes, sopas, peixes e pizzas.

Manjerona – pode substituir o orégano por ter aroma semelhante, embora mais requintado. É utilizada em carnes, como as de porco e carneiro, queijos e ovos.

Mostarda – pode ser encontrada em grãos, creme ou pó. É muito utilizada na preparação de picles, comida alemã, sanduiches e chucrute.

Noz- moscada – utilizada tanto para salgados quanto para doces, pode ser encontrada em pó ou inteira, para ser ralada. Deixa um sabor diferente em recheios de massas, em carnes e até em coquetéis.

Orégano – muito utilizado em molhos, bifes, pizza e também para temperar queijos para aperitivo.

Papoula – as sementes dessa planta são utilizadas em salgadinhos e pães, além de doces, bolos e compotas, proporcionando um sabor amendoado.

Páprica – existem dois tipos: a apimentada e a doces, mais suave, utilizada em ensopados, patês, saladas, carnes e aves.

Pimenta branca – extraída da pimenta do reino, é utilizada em pratos mais claros como molho branco.

Pimenta da Jamaica – muito usada na cozinha síria, também pode temperar carnes.

Pimenta do reino – utilizada em  vinha-d’alhos(pesquisar), saladas, peixes e carnes.

Sálvia – é muito utilizada em carnes, aves e vinha-d’alhos(pesquisar)

Tomilho – é muito utilizado no preparo de molhos, recheios, sopas, carnes, aves e peixes.

Fonte: Caderno de receitas Tilibra

Dicas que facilitam o dia-a-dia na cozinha 

  • Para que o açúcar não empedre, experimento colocar frutas secas ou uma bolachinhas salgadas em seu recipiente. 
  • Se você precisar e não encontrar açúcar de confeiteiro, bata o açúcar refinado no liquidificados e penere-o. É quase a mesma coisa. 
  • Para descongelar rapidamente uma ave, mergulhe-a completamente em água fria. Em poucos minutos, você poderá prepará-la. 
  • Para que as batatas grandes assem por igual, fure-as com um garfo fino, antes de levá-las ao forno. 
  • Para que as batatas não desmanchem ou grupem no fundo da panela durante o cozimento, coloque um pouco de óleo na água em que vão ser cozidas. 
  • As frutas secas ou uvas passas, que vão no bolo devem ser passadas antes na farinha de trigo, para que não afundem na massa quando o bolo estiver assando. 
  • Para eliminar o odor da geladeira, coloque uma xícara de pó de café dentro dela. 
  • Para que os bifes fiquem macios, frite-os um a um. Caso contrário, soltarão água e ficarão duros. 
  • Para não chorar ao descascar cebola, experimente descascá-la com as mãos dentro de um saco plástico. 
  • Para tirar o cheiro de cebola da boca, tome um copo de leite. E para tirar o cheiro da mão, amasses galhos de salsinha por alguns segundos. 
  • A pele da amêndoa soltará facilmente se ficar 3 minutos em água fervente. Depois, coloque-as em água fria, para ficarem bem brancas. 
  • Para que as frituras fiquem bem sequinhas, coloque uma colher (café) de álcool na gordura ainda fria. 
  • Para que a frigideira não fique com cheiro de gordura, coloque um pouco de vinagre na hora de enxaguá-la. 
  • Para que recheios que levam azeitona não fiquem amargos e escurecidos, só acrescente as azeitonas no recheio pronto. 
  • Para que as mão não fiquem pegajosas ao descascar chuchu, descasque-o com as mãos debaixo d’água. 
Fonte: Caderno de receitas da Tilibra.